A rede TON do Telegram será compatível com o Ethereum

2/9/2019
Ethereum Telegram

A rede TON do Telegram será compatível com o Ethereum

E a blockchain do Telegram, um dos maiores serviços de criptografia de ponta-a-ponta do mundo, será compatível com o Ethereum (ETH), conforme declaração de uma empresa de tecnologia que desenvolve ferramentas para a rede.

O que se espera é que o Telegram libere o código necessário para executar nós na Telegram Open Network (TON) já no próximo domingo, o que permitirá que os usuários participem de uma avaliação antes do lançamento da mainnet do projeto, previsto para o dia 31 de outubro.

A TON Labs, startup de tecnologia liderada por investidores dos tokens do Telegram, atualmente está trabalhando arduamente na criação de várias ferramentas de desenvolvimento que os ajudarão a criar para a nova rede. Incluído nessas ferramentas está um compilador chamado Solidify, que permitirá que os programadores desenvolvam DApps (aplicativos descentralizados), criados para a rede Ethereum e aptos para rodar na rede TON. O CEO da TON Labs, Alexander Filatov, deu a notícia recentemente à imprensa, afirmando:

“Essa foi provavelmente a coisa mais difícil que já fizemos. Isso permitirá que a comunidade avançada do Ethereum coloque tudo o que já desenvolveu para o Ethereum na TON.”

Como mencionado anteriormente, a TON deverá ser lançada em 31 de outubro, pois caso esse prazo não seja cumprido, o Telegram tem o compromisso de reembolsar os investidores que participaram da venda inicial de tokens, conforme o contrato do usuário. Além disso, Filatov afirmou que o lançamento do código é um ponto crucial no lançamento da TON.

Além disso, o código para um cliente leve foi compartilhado com os investidores no início deste ano. Filatov afirmou que este cliente concedia aos usuários a capacidade de experimentar várias funções básicas das redes TON.

“Você pode jogar com os GRAMs [o token da rede], escrever contratos inteligentes simples conversando com o nó por meio de um cliente leve e até mesmo criar uma carteira.”

O Telegram conseguiu arrecadar mais de US$ 1,78 bilhão em 2018 para sua blockchain.